Qual é a sua?

sábado, novembro 10, 2007

E por falar em chuva ali atrás...


Estou torcendo para que chova durante todo o final de semana. Não, não quero estragar a programação de ninguém. Desde criança adoro as grandes tempestades, a chuva torrencial... Aquela abundância de água, o ímpeto dos trovões. E como não consigo desvincular a combinação de chuva e música, lembro-me de um episódia da infância.


Aos 6 anos mais ou menos, alguém em minha casa estava ouvindo um cd, ops LP. Eu que até então me interessava por Balão Mágico e Trem da Alegria, comecei a prestar atenção. Na época pensei que aquela era a música mais triste que poderia existir no mundo inteiro, que para mim era pequeníssimo, como só entendia algumas palavras do inglês, acho que o que realmente me impressionava era o barulho dos trovões (efeitos especiais). Engraçado que fiquei com a música na cabeça, e alguns anos mais tarde descobri que era Cryin' in the Rain, do A-ha. Então passei a achar que a melancolia presente nela era perfeita.


É, mas aos 15 anos experimentei o real significado dos versos "... I've got my pride and I know hot to hide all my sorrow and pain - I'll do my cryin' in the rain...". E como chorei, até não conseguir abrir os olhos... e estava na chuva, me senti num vídeo clipe. Mas também voltei à antiga sina - sim, essa era a música mais triste, pelo menos do meu mundinho naquele instante.

Hoje em dia comprei um dvd do A-ha, e fico feliz por tê-lo em mãos para ouvir quando quiser. Traz muitas lembranças.


Às vezes a música aparece sem que a tenhamos escolhido, como nos filmes, em salas de espera, elevador, ao telefone, nas rádios, quando ganhamos um cd. Ou então quando escolhemos o som que queremos ouvir e queremos ouví-lo muitas vezes, quando compramos o cd e queremos tê-lo à mão, como uma espécie de reserva de emoção e prazer. Pra mim, em qualquer situação a música materializa o momento e aquece o ambiente.


"Someday my crying is done. I'm gonna wear a smile and walk in the sun. I may be a fool, but till then, darling, you'll never see me complain... I'll do my crying in the rain."

Nenhum comentário: